Por meio da linha de ação de educação permanente, o conhecimento sobre o modelo da BVS é socializado com os profissionais membros da rede. Estes têm a oportunidade de se capacitar e apoiar o fortalecimento da cooperação para desenvolver as redes de fontes de informação da BVS. Busca também atualizar as habilidades desses profissionais e divulgar novas versões ou atualizações das metodologias e aplicações do modelo da BVS.

A educação permanente, portanto promove a cooperação técnica por meio do desenvolvimento e fortalecimento das capacidades humanas nos âmbitos da BVS e de suas redes associadas. Neste âmbito se ampliam as capacidades dos participantes das redes por meio de ações de desenvolvimento metodológico, educação e aprendizagem presencial e à distância no contexto dos Ambientes Aprendizes e Informados.

As ações de educação permanente, nos âmbitos locais das instâncias BVS, viabilizam, implementam e fortalecem o desenvolvimento das capacidades dos profissionais participantes, por meio de ações de promoção, educação e aprendizagem mandatórias para o desenvolvimento de competências. Como conseqüência do desenvolvimento da “capacidade local” se fortalece também a “produção local”. O modelo de educação permanente da BVS preconiza ainda a reprodutibilidade e aplicabilidade em outras instituições da BVS e redes complementares.

Já no âmbito regional, as ações de educação permanente viabilizam, implementam e fortalecem a cooperação técnica no contexto da rede BVS, representando ações mandatórias para o desenvolvimento de competências para a apropriação das metodologias e tecnologias para a operação de produtos, serviços e eventos em rede.

Linhas de ação de educação permanente:

- viabilizar, implementar e fortalecer a promoção da BVS e suas redes associadas em eventos científicos e técnicos, nacionais e internacionais por meio da organização de cursos rápidos, focados nas comunidades de participantes.

- promover a mobilização e o fortalecimento da cooperação técnica nas redes sociais por meio de ações para viabilizar, organizar, promover e executar cursos presenciais e a distância, foros presenciais e virtuais, programa de estagio, reuniões técnicas, oficinas, seminários, etc.

- implementar e fortalecer os fluxos de informação, comunicação e conhecimento gerados nos âmbitos descritos, por meio da organização e publicação nos espaços virtuais, incluindo documentação geral do programa de educação permanente, cronograma e correspondente metodologia.

- organização, indexação e disponibilização, com controle de qualidade das fontes de informação da BVS geradas, como: base de dados de objetos de aprendizagem, documentação gerada nos espaços colaborativos.

- desenvolvimento e publicação de metodologia de forma a compor em conjunto com as demais metodologias da BVS, documentando os processos e as tecnologias de informação e comunicação a serem utilizadas.

- desenvolvimento de programas de educação a distância segundo metodologia sistematizada, em projeto de caráter sustentável a médio e longo prazo; promover estudos investigatórios sobre a viabilidade de certificação desta atividade em conjunto com outra instituição de ensino e pesquisa.